01/01/2017

Despedida a um breve amigo

Eu nasci nas luzes. Nas explosões no céu e nas taças que brindavam. Eu nasci da esperança e do brilho do olhar que cada um carregava na junção dos ponteiros. E te puxei pelo braço, te fazendo acordar de um longo sonho que você costumava chamar de vida. 
Eu te obriguei a deixar de fazer algumas coisas que amava, eu te deixei com medo e te fiz insegura, mas me perdoe, eu só tinha que te fazer crescer. Eu testei os seus limites, eu te fiz tremer e te fiz socar a parede de nervoso, mas me perdoe, eu só tinha que te fazer mais forte.
Eu te fiz ficar sentada no escuro, chorando no chão. E te fiz duvidar de sua própria existência. Eu tive que trazer alguns dos seus piores demônios de volta. Me... me perdoe. Mas você tinha que se conhecer.
Mas você não pode me acusar de mau. Eu até te fiz sorrir - e muito!  Eu nunca te jogaria no meio de estranhos se eu não soubesse que eles se tornariam pessoas importantes na sua vida. Eu não te testaria se não soubesse que você iria descobrir uma resistência inabalável. Eu não tiraria pessoas da sua vida se eu não soubesse que você iria redescobrir o sentido da amizade e não te daria oportunidades se eu não soubesse que você iria aproveitá-las.
Aproveitá-las a ponto de mudar sua vida. 
Hoje é meu último dia com você. Enquanto seguro sua mão nesta breve despedida, eu não sinto os mesmos dedos, a mesma pele, a mesma energia que você me ofereceu quando há um ano atrás me estendeu a mão... Você cresceu, forte e ciente de si mesma, e isso me alegra muito. Isso não significa que suas mãos não secarão mais lágrimas ou que não socarão mais paredes, mas que, desta vez, você saberá o que fazer, pois poderá se lembrar de mim quando as coisas ficarem pesadas.
Alegro-me ao me despedir da mesma forma com que cheguei: com luzes, brilho e esperança. Suas mãos agora estão livres para algo novo; agarre-se nesta viagem que será sua vida por alguns trezentos e tantos dias. 
Não se esqueça de mim, assim como você não se esqueceu dos que vieram antes. Mas não fique constantemente me olhando. Olhe para frente, eu sempre estarei aqui para te ensinar algo quando precisar.
Com carinho, 2016.


Hoje ouvi uma coisa bem interessante de uma colega: não deveríamos desejar um "feliz ano novo" mas sim desejar às pessoas que elas pudessem fazer seus anos felizes. Então, a todos desejo força, alegria e esperança para que possam fazer desse ano o melhor de suas vidas. Obrigada por chegarem até aqui. e espero que levem este 2016 como um bom amigo.
Bezos. Amamos vocês.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo